Chrome Books e tablets ampliam autonomia e empoderam ainda mais os estudantes da INTEGRA

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Tatyana auxilia o filho nas atividades da escola

A entrega dos Chrome Books e Tablets para que os alunos da INTEGRA possam ter o próprio equipamento para as aulas online e para a realização das atividades foi concluída, mas os benefícios da iniciativa estão bem longe de terminar. Pelo contrário, prometem ser cada vez mais abrangentes, contribuindo para o desenvolvimento amplo dos estudantes e, claro, para a crescente tranquilidade dos pais. Mãe da Isadora e do Henrique, Tatyana Hauck Herdy Hill é só elogios para a iniciativa que colocou fim a um problema de ordem prática para a família, além de garantir mais autonomia para as crianças.

“A chegada dos equipamentos mudou tudo. Estávamos com um computador em casa. A gente se dividia nele para o home office e as aulas. Está sendo uma tranquilidade muito grande cada um ter seu próprio equipamento. Mas mais do que isso é a autonomia que adquiriram com a apropriação e o cuidado com o equipamento cedido pelo colégio. Eles assumiram essa responsabilidade e se sentem mais motivados, porque vão para a aula com o computador deles. Mudou demais a nossa rotina e agora não precisam esperar para fazer as atividades”, conta Tatyana. “Isso trouxe para eles empoderamento, responsabilidade, autonomia”.

Na casa de Flávia Domingues de Cerqueira Pereira, o impacto da chegada dos equipamentos para os filhos Iago e Luiza não foi diferente. “Luiza disse que estava se sentindo uma profissional com o próprio computador”, diverte-se a mãe. “Os equipamentos facilitaram muito para as provas, porque no Ipad não era possível abrir duas janelas ao mesmo tempo, uma para o Meet e outra para a prova. Era um transtorno. O Chrome Book facilitou muito, além de ser mais simples. Deu autonomia para que eles mesmos façam as filmagens, as fotos para as atividades. Além disso, a plataforma já aceita o vídeo. Depois do próprio Chrome Book essa foi uma grande conquista também, porque era um transtorno mandar por e-mail”, observa Flávia.

Para o filho Iago, que está no 6º ano e adora tecnologia, o equipamento permitiu ainda mais independência na realização das atividades.  Flávia sugere, inclusive, que outras funcionalidades possam ser acrescentadas à ferramenta, como o Bloco de Notas, por exemplo, para que seja possível ter um espaço específico para arquivar conteúdos relevantes. “Eu e meu marido pensamos nisso depois que encontramos dificuldades para guardar um link que a professora compartilhou”.

Luiza, filha de Flávia, se adaptou bem a chegada dos novos equipamentos

Famílias aguardam retorno das aulas presenciais, mas elogiam dinâmica das atividades online

 

Tanto na casa de Tatyana Hill quanto na de Flávia Pereira, a volta às aulas em segurança na escola é aguardada com paciência e expectativa. Os filhos de ambas estudavam em outras instituições de ensino e a oportunidade de desfrutar de tudo o que a socialização em uma escola integral e bilíngue oferece é considerada um diferencial. “A pandemia trouxe a possibilidade de novas reflexões sobre a vida, sobre a educação que eu e meu marido gostaríamos de oferecer aos nossos filhos”, observa Tatyana.

“A INTEGRA veio em uma época em que a gente estava questionando muito a escola tradicional pautada em resultados, com um volume grande de tarefas, e tem demonstrado ser o ponto de equilíbrio na excelência acadêmica e na forma de olhar a criança, com seu propósito, suas preferências, suas emoções”, explica Tatyana, ao destacar que a proposta da educação integral responde sua inquietude como mãe preocupada com as mudanças que já se observam no mundo.

Ela não quer que os filhos passem pelo mesmo dilema da indecisão que enfrentou ao ter que escolher uma profissão, aos 16 anos. Ainda mais quando a escolha era bem diferente da expectativa de seu pai por uma carreira nas áreas de medicina, odontologia e direito que não faziam o menor sentido para ela. “Quando falei que ia fazer Faculdade de Turismo, ele quase desmontou onde estava”, lembra Tatyana aos risos.

Por isso, ela acredita que esse amadurecimento para uma escolha mais consciente possa se dar de forma gradual, a partir de interesses que podem ser despertados já na infância. “O talento pode ser trabalhado ao longo da vida, observando-se as habilidades da criança, seu desenvolvimento emocional, social e seu envolvimento com as causas do planeta”, diz.

Para Flávia, o interesse em matricular os filhos na INTEGRA veio justamente da percepção de oferecer aos filhos uma proposta mais condizente com o interesse que as crianças já manifestavam e com a necessidade de introduzir novidades, como o próprio uso da tecnologia que não era estimulado na escola anterior. “Como eles não tinham intimidade com a tecnologia, o ano passado foi bem difícil. A INTEGRA é bem dinâmica e a experiência está legal no online também, mas se estivessem na escola, eles estariam fazendo as tarefas com mais facilidade”, finaliza Flávia.

 

Matricule-se já!

Deixe um comentário

Prepare seu filho para os desafios de um mundo em transformação